Assuntos em Destaque:

6 tipos de medicamentos que podem causar disfunção erétil

medicamentos podem causar disfunção erétil

Alguns medicamentos podem causar disfunção erétil e este é um dos principais motivos que levam homens consideravelmente ativos na cama a deixarem de fazer sexo.

Os efeitos colaterais veem, por exemplo, de medicamentos que tratam distúrbios prostáticos, vasculares, neurológicos e diabetes.

Caso alguns homens estejam passando por isso, o ideal é recorrer aos tratamentos que não atrapalham a qualidade de vida.

Continue lendo e saiba quais medicamentos são esses.

6 tipos de medicamentos que podem causar disfunção erétil

lista de medicamentos que podem causar disfunção erétil

Certos medicamentos podem contribuir para problemas sexuais. No entanto, eles não são a única causa do problema.

Se você suspeitar que os medicamentos sejam a causa da disfunção erétil, consulte seu médico.

Se possível, eles podem recomendar mudar a medicação ou alterar a dosagem.

Contudo, você nunca deve parar de tomar a medicação, a menos que seu médico o aconselhe.

1.     Anti-hipertensivos

Este tipo de medicamento, geralmente é prescrito para controlar a pressão alta.

Embora a causa exata não seja conhecida, os especialistas acreditam que os medicamentos para pressão arterial podem contribuir para a disfunção erétil.

Exemplos:

2.     Antidepressivos

Os antidepressivos são medicamentos que ajudam a controlar ou evitar que a depressão volte.

Alguns antidepressivos podem interferir no desejo sexual, o que pode influenciar o desempenho do mesmo.

Outros também podem retardar a ejaculação.

Exemplos:

  • Inibidores da recaptação de noradrenalina;
  • Inibidores seletivos da recaptação da serotonina, como Prozace;
  • Clorpromazina;
  • Diazepam.

3.     Antiarrítmicos

Esses medicamentos ajudam a controlar batimentos cardíacos irregulares. Alguns antiarrítmicos podem afetar a ereção.

Exemplos:

4.     Medicamentos para câncer de próstata

Alguns medicamentos usados ​​para tratar o câncer de próstata podem causar disfunção erétil.

Exemplos:

5.     Corticosteróides

Os corticosteroides imitam a ação de certos hormônios no corpo.

O médico geralmente pode prescrever corticosteroides para ajudar a controlar a inflamação.

No entanto, esses podem reduzir os níveis de testosterona, o que pode diminuir a função sexual e o desejo em alguns homens.

Exemplos:

6.     Antipsicóticos

Esta classe de medicamentos é geralmente usada para tratar a psicose.

Os antipsicóticos podem reduzir o desejo sexual, levando à disfunção erétil.

Exemplos incluem:

Combatendo os problemas de ereção

Os médicos podem indicar o consumo de suplementos usados para controlar a disfunção erétil.

Esses suplementos devem ser de origem natural para não interferir no tratamento medicamentoso.

Alguns suplementos estimulam a ereção e ajudam a equilibrar os níveis de testosterona no organismo.

Eles também têm a função de repor alguns nutrientes necessários para o bom funcionamento da sexualidade.

Outro conselho dos especialistas em sexualidade masculina é sobre as drogas que prometem ereções rápidas.

A contraindicação é absoluta no caso de tomar um derivado utilizado como um alfa-bloqueador comum no tratamento da hipertrofia benigna da próstata.

Neste caso, o risco de hipotensão é grave e potencialmente fatal – então os esqueça!

medicamentos que podem causar disfunção erétil
Suplemento indicado para tratar disfunção erétil chega ao Brasil

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on telegram
Share on twitter
Share on pinterest